Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Secções
Você está aqui: Entrada Notícias Privacidade: como proteger os seus dados pessoais e corporativos
Acções do Documento

Privacidade: como proteger os seus dados pessoais e corporativos

A privacidade sempre foi uma matéria relacionada com a cibersegurança. Desde o princípio da computação, mesmo antes da Internet, já havia a encriptação como meio de assegurar que informações privilegiadas e/ou sensíveis não caíssem em mãos erradas.
Publicado em 2019-03-28

Na era atual em que vivemos, no contexto do ciberespaço onde a comunicação não depende da presença física e a informação transita entre diversos sistemas, assegurar a privacidade é um desafio ainda maior. Informações pessoais e corporativas misturam-se no mundo virtual e abrem brechas para grupos de hackers minerarem e negociarem dados na “Deep Web”.

As empresas precisam de reconhecer a importância de falar sobre Segurança informática, de conhecer as suas lacunas, de criar planos de ação e de ter a consciencialização interna como boa prática. Muitas destas boas práticas passam por tarefas simples como manter aplicações e computadores atualizados, ler os termos de uso dos sites que se utilizam, desconfiar de e-mails e sites suspeitos, utilizar senhas fortes e o segundo fator de autenticação. É a partir do básico que se consegue criar uma cultura de segurança e implementar controles adequados.

Como proteger dados pessoais e empresariais

A Internet apresenta inúmeras facilidades e vantagens que simplificam a nossa vida. Ao mesmo tempo, a violação da privacidade tem aumentado a cada dia, principalmente perante a sensação de anonimato que as pessoas têm.

A postura de Privacidade não se limita à vida pessoal, mas também ao mundo corporativo em relação aos dados dos clientes. Indivíduos e empresas devem controlar a administração e a proteção dos seus dados, independentemente do dispositivo, do serviço ou da plataforma que são usados. As pessoas são donas dos seus próprios dados.

É necessário tomar as devidas medidas proativas que envolvem ações relacionadas com Segurança Digital e Cibernética, implicando colaboradores, processos e tecnologia, bem como proceder à adequação referente à atualização de contratos, termos de uso e política de privacidade.

Pensando corporativamente

A nova visão da defesa cibernética não trata apenas de tecnologia, mas da interação entre ela e as pessoas, já que as interferências humanas representam até 25% dos casos de fugas de informações empresariais. A maior ameaça de ataques cibernéticos é a violação da privacidade e a exposição dos dados dos clientes. Estar em compliance com o RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) minimiza o risco de perdas financeiras e de reputação.

O direito à privacidade que é reforçado pelo RGPD permite aos indivíduos um maior controlo sobre as suas informações no mundo digital e garante que os dados pessoais não serão expostos a terceiros sem consentimento.

A privacidade começa com as pessoas, mas existem duas faces dessa responsabilidade: por um lado, as pessoas devem divulgar apenas aquilo que é realmente necessário; e por outro lado, as empresas devem preservar e dar bom uso a essas informações pessoais enquanto forem necessárias e depois proceder à sua correta exclusão.

Como adaptar-se ao RGPD

1º - Defina um DPO (Data Protection Officer);

2º - Implemente a recolha do consentimento;

3º - Identifique Informações Pessoais (PII) e Informações Sensíveis (SPI) em toda a organização e sistemas;

4º - Conduza Análises e Gestão de Vulnerabilidades;

5º - Conduza DPIAs (Avaliações de Impacto na Privacidade);

6º - Implemente medidas de segurança em todo o ciclo de vida dos dados;

7º - Faça o planeamento, documente e controle as transferências de dados;

8º - Conduza formações e campanhas de consciencialização de forma recorrente.

Como podemos ajudar a sua empresa?

Temos Programas de Segurança específicos para apoiar o seu negócio no atendimento de todos os pontos da regulamentação. Isso engloba todos os Processos de Segurança de uma empresa.

Também inclui Controles de Segurança em todos os estados dos dados, desde o trânsito ao armazenamento, entre outros, a recolha de métricas para ajustes no processo e a medição de performance para aumento da maturidade.

Contacte-nos para saber mais!