Passo 6. Tenha um ambiente de comunicação seguro

Durante o mês de Março de 2020, período de quarentena do coronavírus, uma plataforma emergiu como primeira opção entre aqueles que tiveram que recorrer à videoconferência. 

Junto com o aumento do número de inscritos no Zoom, cresceu também a quantidade de incidentes de segurança e privacidade.

Vulnerabilidades do Zoom

A simplicidade do setup, uma das suas características principais, faz com que seja fácil ter a sua sala invadida por pessoas indesejadas. Estes episódios ficaram conhecidos como “zoom-bombings”, onde os invasores atrapalham as reuniões, sobretudo as públicas.

Algumas vulnerabilidades, como a falha que permitia o hacker controlar remotamente qualquer PC com Windows 7 ou anteriores instalado, e as falhas que permitiam a infecção por malware a partir de .gifs e .zips enviados por chat, foram resolvidos.

Entretanto especialistas alertam para outras vulnerabilidades como a facilidade de se encontrar gravações das reuniões na cloud a partir da url, e a possibilidade de serem legítimas as vulnerabilidades críticas à venda na internet. Além disso foi constatado em Abril que utilizavam uma qualidade de encriptação inferior à declarada.

Estas vulnerabilidades podem comprometer a segurança da informação sensível da sua organização, então é importante conhecer outras soluções de vídeoconferências. No próximo tópico vamos abordar as ferramentas de escolha da Eurotux.

Escolha uma opção open-source de videoconferência segura

No contexto do teletrabalho é fundamental manter a segurança das comunicações e armazenar dados e informações críticos dentro do servidor da própria organização. As ferramentas organizacionais estão mais seguras quando é necessário utilizar a VPN para acedê-las.

O Jitsi Meet é uma opção open-source totalmente encriptada, utilizada pela Eurotux, que dispensa download de aplicações na versão para computador pois funciona diretamente nos browsers, seja no Linux, Windows ou macOS.

Uma sugestão é organizar vários ambientes, para cada departamento ou finalidade, para que as equipas sob regime de teletrabalho possam reunir-se sempre no mesmo url.

Sendo open-source, como já sabemos, é possível personalizar o Jitsi de acordo com as necessidades organizacionais. Além disso esta característica garante a fiabilidade, baixos custos e escalabilidade.

Além do Jitsi, há muitas outras opções de software de videoconferênciacomo o Microsoft Teams e o Cisco Webex, que podem ser utilizadas. No entanto, várias destas têm como principal desvantagem o seu custo, dado que são software proprietário.

Videoconferencia ebook

Escolha uma opção open-source de chat segura

A Eurotux utiliza e recomenda a plataforma de chat open-source Rocket.Chat. Como o Jitsi, o Rocket pode ser instalado na cloud ou alojado no servidor da sua organização, acessível por VPN, mantendo as comunicações seguras.

RocketChat

Além disso o código do Rocket.Chat está no GitHub, sendo possível personalizá-lo de acordo com as necessidades da sua organização. Está disponível para macOS, Windows e Linux.

Os recursos ilimitados são muitos, como 2FA, criptografia end-to-end (E2E), conferência de áudio e vídeo, compartilhamento de tela e ficheiros, possibilidade de organizar diversos canais e outras funcionalidades.

Outra vantagem de utilizar o Rocket e o Jitsi, é a integração que permite fazer uma video chamada peer-to-peer diretamente no Rocket.

chat ebook
DESCARREGUE AQUI O SEU GUIA COMPLETO EM PDF

Livre-se de preocupações!

Abrace a transformação digital com a Eurotux.

Alterar a Língua